0

O que esperar do mercado de trabalho em 2018?

Nos últimos anos muito se ouviu sobre crise e recessão da economia brasileira. Mas recentes números divulgados pelo Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getulio Vargas (Ibre/FGV) apontam que 2018 será o ano da retomada do emprego.

De acordo com a instituição, o Indicador Antecedente de Emprego (IAEMP) avançou 3,1 pontos, em dezembro, totalizando 107 pontos, o maior nível  desde o inicio do levantamento em junho de 2008. Esse resultado revelou que o indicador avançou 17 pontos em 2017 e ainda sinaliza a “tendência de recuperação do mercado de trabalho nos primeiros meses de 2018”, segundo FGV.

Os relatórios publicados na ultima terça-feira (9/01) relevam que o índice antecedente de emprego reflete a esperança quanto à recuperação da atividade econômica do Brasil em relação à melhora dos negócios e planos de contratação das empresas nos próximos meses. “O elevado nível do índice indica que a geração de postos de trabalho deve avançar mais durante este ano”, ressalta o economista da FGV Fernando de Holanda Filho.

O crescimento do Produto Interno Bruto (PIB), em 2017, após dois anos consecutivos de retração da soma dos bens e serviços produzidos no país, aliado as mudanças promovidas pela reforma trabalhista contribuirão para a diminuição das taxas de desemprego no país, ressalta o economista especialista em macroeconomia e mercado de trabalho, José Márcio Camargo.

  • Categorias: Mercado, Mercado de Trabalho