0

15 erros cometidos durante uma entrevista de emprego | Parte II – Comunicação

Já falamos sobre os cuidados que você deve ter com a aparência antes de uma entrevista de emprego. No post de hoje, você fica sabendo quais os principais erros de comunicação cometidos pelos profissionais durante um processo seletivo de vaga de emprego e como deve ser sua linguagem durante a entrevista.

6. Erros de português

É fundamental ter atenção na hora de conjugar um verbo ou pronunciar uma palavra. Alguns escorregões podem ocorrer em situações de extremo nervosismo. Evite, entretanto, que estes deslizes aconteçam com frequência. Um português correto é garantia de sucesso nos diálogos e nas reuniões de trabalho.

Evite usar palavras que não saiba pronunciar ou verbos em que não esteja seguro da conjugação. É melhor comunicar-se de forma simples e clara, a tentar impressionar. O resultado pode acabar prejudicado!

7. Ser formal ou informal ao extremo

Nem tanto ao mar, nem tanto à terra. Uso de gírias, palavrões denotam informalidade e devem ser evitados. A entrevista de emprego também não exige o mesmo vocabulário de profissionais da área jurídica. É preciso demonstrar quem você é, sendo respeitoso com o recrutador e sem revelar muita afetação.

8. Timidez e Tagarelice

Tanto timidez quanto falar exageradamente são excessos que precisam ser evitados.

Encontre o equilíbrio. Responda as perguntas de forma clara e objetiva e ressalte tudo aquilo que você pode contribuir para a empresa.

9. Não mostrar convicção

Não comece frases com a expressão “eu acho”. É preciso revelar segurança naquilo que diz. Escolha expressões mais elegantes como “na minha experiência” ou “no meu entendimento”.

10. Usar muitas pausas

Pausas demonstram ausência de vocabulário e argumentação. Para evitar tropeços no meio de uma fala, respire fundo e organize suas ideias mentalmente.

Aguardem! Vamos falar sobre como argumentar com o recrutador no próximo post.

  • Categorias: Entrevista de Emprego
  • 0

    15 erros cometidos durante uma entrevista de emprego | Parte I – Aparência

    Cuidados com a aparência não tem a ver com estilo, mas com higiene e educação. É preciso observar alguns detalhes antes de fazer uma entrevista de emprego.

    1. Cabelos

    Fios bagunçados revelam um certo desleixo do candidato à vaga de emprego. O ideal, pelo menos nesse primeiro contato pessoal, é que o profissional exiba um penteado que demonstre discrição e seriedade e não provoque muito a atenção das pessoas.

    2. Unhas

    Unhas grandes, sujas ou com o esmalte descascado revelam desinteresse com o processo seletivo. A aparência das unhas é um quesito fundamental em algumas profissões, como chef de gastronomia, por exemplo.

    3. Guarda-roupa

    Decotes, roupas curtas ou muito justas e ternos amassados são itens proibidos durante uma entrevista de emprego. Uma roupa muito sensual desperta mais atenção do que as habilidades profissionais do candidato, enquanto um terno amarrotado revelam descuido com o visual.

    É importante se atentar para as características da empresa em que concorre a vaga e se vestir de acordo com aquele perfil. Uma agência de publicidade, por exemplo, permite um visual mais despojado. Agora, se a entrevista for em uma instituição financeira, o ideal é que o traje seja esporte fino.

    4. Tatuagens e piercings

    Você pode usá-los, até mesmo por que a presença desses itens não tem nada a ver com a competência do candidato. O ideal, entretanto, é que eles não estejam muito evidentes na primeira entrevista seletiva. Piercings em locais muito aparentes devem ser retirados para evitar que o entrevistador desvie o foco de sua atenção.

    5. Chegar atrasado

    A displicência com o horário demonstra desorganização e que o candidato não está dando o valor devido à entrevista. A pontualidade revela respeito e educação com as pessoas.

    Imprevistos, no entanto, acontecem. Se por qualquer motivo, você precisar chegar atrasado, comunique imediatamente ao entrevistador e tente remarcar para um novo horário.

    No próximo texto, vamos falar dos principais deslizes de comunicação durante a entrevista.

  • Categorias: Entrevista de Emprego
  • 0

    Entrevista de emprego > Candidatos devem aguardar contato da empresa após enviar currículo

    Você encaminhou seu currículo para uma vaga de emprego, entretanto ainda não obteve um retorno da empresa contratante. O que é melhor fazer: aguardar ou entrar em contato? Veja qual a opinião da coordenadora de RH da Quality Training RH, Danielle Filizola em matéria publicada no Portal Infomoney, no dia 11 de outubro de 2011.

    Por Gladys Ferraz Magalhães

    SÃO PAULO – Recente pesquisa feita nos Estados Unidos pela Accountemps Consultoria revela que, naquele país, 81% dos recrutadores gostam que os candidatos demonstrem interesse pela vaga após enviar o currículo. No Brasil, entretanto, a situação é um pouco diferente.

    De acordo com a coordenadora de RH (Recursos Humanos) da Quality Training, Danielle Filizola, o ideal é que o candidato aguarde o contato da empresa após o envio do currículo.

    Ainda assim, diz ela, caso a pessoa não receba resposta e decida procurar a companhia, o melhor é fazê-lo em torno de quatro a cinco dias depois do encerramento do período de inscrições.

    Nos Estados Unidos, revela o estudo da Accountemps, a maior parte dos recrutadores (43%) considera adequado o contato após uma ou duas semanas depois do envio do documento, enquanto 38% acham que uma semana ou menos é o prazo ideal.

    Processo Seletivo
    Se o contato após o envio do currículo não é bem visto aos olhos dos recrutadores brasileiros, o mesmo não acontece quando a iniciativa é tomada depois da participação na entrevista. Neste caso, contudo, orienta Danielle, é importante observar a cultura da empresa.

    “Antes de fazer contato, é importante observar a cultura da empresa e avaliar o perfil do próprio candidato. Se a empresa se mostra aberta, a pessoa pode procurar por telefone ou por e-mail”, diz.

    Para saber qual é o melhor momento para procurar a empresa, o candidato pode perguntar, ao final da entrevista, em quanto tempo o processo seletivo será concluído e fazer contato após este período, sendo que, ainda na entrevista, diz ela, o profissional pode questionar sobre a possibilidade ou não de procurar a empresa para obter o resultado.

  • Categorias: Entrevista de Emprego
  • 0

    Mercado de Trabalho > Entrevista de emprego > Quais as principais perguntas em uma entrevista de emprego?

    Uma boa entrevista define a seleção de vaga de emprego. Por isso mesmo, é a principal etapa do processo seletivo. Nesse momento, o recrutador consegue tirar as dúvidas e confirmar suas percepções iniciais, o que exige bastante preparação do candidato. É fundamental que você conquiste a confiança do mesmo.

    A maioria das perguntas feitas pelo recrutador são bem tradicionais, obrigatórias em qualquer entrevista de emprego. Ainda assim causam certa ansiedade e até um desconforto entre os candidatos. O ideal é se preparar muito para esse momento.

    Se você já tem um emprego e está em busca de uma nova oportunidade, é comum o recrutador se interessar em saber o motivo pelo qual você está buscando mercado. Afirmações negativas sobre o emprego atual são deselegantes e devem ser evitadas. Fale sobre seus objetivos profissionais de acordo com a proposta daquela vaga aberta.

    Por que deseja trabalhar aqui? Essa é outra pergunta elementar em processos de seleção de vaga de emprego. Seja propositivo, fale qual a sua contribuição para a mesma e como aquele trabalho contribuirá para a sua experiência profissional. Um bom conhecimento sobre a empresa ajuda você a dar uma resposta argumentada. Seus desejos profissionais devem estar alinhados ao crescimento da empresa.

    Perguntas sobre a sua carreira profissional também são um destaque nesse momento. Você vai ser questionado sobre suas principais realizações e seus maiores fracassos. Ter passado por uma situação difícil ou desagradável em sua vida profissional não irá te desqualificar no processo seletivo. Muito pelo contrário, o recrutador quer saber como você lida com as adversidades e como os obstáculos contribuíram para o seu amadurecimento profissional.

    Seja elegante ao elencar suas maiores qualidades e não caia no velho clichê de ressaltar o perfeccionismo como seu principal defeito. Apresente-os de maneira madura se mostre interessado em mudá-los para a harmonia da convivência em equipe.

    O recrutador perguntará também sobre sua família e suas atividades nas horas vagas. A proposta é entender como sua vida pessoal influenciará durante o horário de trabalho. Além disso, o profissional de RH tem interesse em identificar quais são os seus valores e a ordem de importância dos mesmos.

    O final da entrevista é o momento ideal para você argumentar por que a empresa deveria contratá-lo. Bem-sucedido é aquele que faz o melhor marketing de si mesmo. Vale ser criativo e inovador.

  • Categorias: Entrevista de Emprego
  • 0

    Mercado de Trabalho > Entrevista de emprego > Como falar da faixa salarial?

    O salário oferecido pela empresa não deve ser o principal fator de análise no momento de avaliar uma oportunidade de emprego. Entretanto, a faixa salarial é um critério importante de tomada de decisão e isso pode ser abordado com o recrutador,desde que ele inicie o assunto.

    O tema não deve ser abordado no primeiro contato, nem por telefone ou email. O ideal é deixar as negociações sobre salário para as últimas etapas. Desta forma, você terá um número maior de informações que irão orientá-lo ao avaliar um valor interessante para aquela proposta, ao mesmo tempo em que a empresa terá mais informações sobre seu perfil profissional.

    Em decorrência da escassez de mão de obra qualificada, muitos gestores percebem a necessidade de flexibilizar na hora da negociação salarial. Mas, para isso, você precisa demonstrar os benefícios da sua contratação e o valor que você agregará à empresa. Confira algumas sugestões de como discutir sobre o tema durante o processo de seleção para a vaga de emprego:

    Paciência: O ideal é deixar que o recrutador converse com você sobre a faixa salarial. Geralmente, a pergunta é feita na primeira entrevista.

    Caso a empresa pergunte sobre a sua faixa salarial esperada, o indicado é que você apresente um valor compatível conforme o oferecido pelo segmento profissional no qual faz parte.

    Ofereça ao recrutador informações sobre a sua realidade atual e sobre o mercado de trabalho. É uma boa estratégia de demonstrar conhecimento da sua área.

    Crie parâmetros e valorize a sua experiência. Caso tenha acabado de concluir um curso de especialização e/ou tenha fluência em língua estrangeira, o mais indicado é que você estabeleça um valor adequado a seu nível profissional.

    Não foque apenas no salário inicial. Outros critérios são importantes para avaliar uma proposta de emprego: benefícios, cultura e estabilidade da empresa e, sobretudo, o plano de carreira. Você tem possibilidades de crescer na empresa? Se sim, esse é um critério fundamental no momento em que você busca recolocação profissional.

  • Categorias: Entrevista de Emprego
  • Páginas: 1 2 3