0

Tendências > Organizações > Investir em motivação profissional é investir na empresa

Os líderes organizacionais, além de exercerem funções de gerência e comando, são também responsáveis por criar condições que garantam a motivação da equipe de trabalho.

Profissionais e empresas compartilham das mesmas expectativas. Enquanto os primeiros, estão em busca de um bom emprego e de uma carreira sólida, as empresas estão em busca de metas e resultados. A exigência é praticamente a mesma, portanto, investir e estimular o colaborador no ambiente de trabalho é garantia de retorno para os seus negócios. Um funcionário motivado pessoal e profissionalmente exerce suas funções com muito mais ânimo e satisfação, o que gera retorno para a empresa.

Escritório da Google em Palo Alto, Vale do Silício, na Califórnia

Investir na motivação profissional de um funcionário não significa, entretanto, aumentar o salário e o número de benefícios. A garantia de retorno financeiro compatível com as funções exercidas não é a única estratégia capaz de manter a motivação do colaborador. Os jovens da geração Y, por exemplo, dão muito mais valor a fatores como flexibilidade de horário, reciclagem profissional, descontos e vantagens do que no salário.

Os funcionários precisam de estímulos, desejam se sentir indispensáveis dentro do ambiente corporativo e que seus líderes confiem em suas competências. Uma das estratégias é oferecer treinamentos e investir em cursos e workshops, o que traz benefícios tanto para o colaborador quanto para a empresa. O empregado agrega experiências em sua formação profissional, enquanto a empresa colhe os frutos dessa qualificação.

A possibilidade de crescimento também aumenta o engajamento do funcionário, que oferecerá cada vez mais de seu potencial intelectual para o crescimento coletivo. Pessoas são naturalmente competitivas e essa característica deve ser estimulada.

O investimento profissional, no entanto, ainda não é o suficiente. É preciso que o espaço de trabalho seja agradável, que as pessoas tenham a oportunidade para conversar amenidades e relaxar um pouco da tensão que o trabalho pode gerar.

Especialistas já comprovaram que as melhores ideias surgem no acaso e que o ócio é importante para estimular a criatividade, por isso, as empresas tem investidos em centros de convivência.

Se a amenidade e o descanso não fossem fundamentais, empresas como a Google e o Facebook não seriam considerados os melhores ambientes corporativos, ou melhor, talvez não fossem tão inovadoras como são.

O conjunto dessas estratégias é garantia de retorno financeiro, lucro e sucesso.

Be Sociable, Share!